Estruturas

Estruturas de bancadas

Estruturas de bancadas

As estruturas são uma parte fundamental na construção das bancadas, pois são estas que garantem a estabilidade, robustez e servem de apoio aos vários constituintes da mesma.

Estas são modulares e a sua modulação determina o posicionamento tanto dos móveis como dos serviços.

As estruturas têm uma óptima resistência e estabilidade mecânica. São fabricadas em aço (ST 1203 seguindo a norma EN 13150 de 2001) com uma secção rectangular de 60x30mm ou quadrangular 30x30mm.

Posteriormente são sujeitas a um tratamento de decapagem metálica e/ou de fosfatação e pacivação, ao qual se segue uma pintura com tinta electrostática anticorrosiva à base de resinas époxi, endurecida em estufa a uma temperatura na ordem de 250º.

Os pés são dotados de niveladores que facilitam a adequação na altura e da horizontalidade dos planos de trabalho.

A ligação entre os vários pés, “C” ou “A”, é feita por aros e tubos aplicados por aparafusamento concedendo-lhes uma grande estabilidade e versatilidade para futuras aplicações.

Estas estruturas são tubulares, ou seja fechadas, o que facilita a limpeza e desinfecção e prevenindo o risco de contaminação.

Espaldares (alçados)

São suportes especiais, modulares que complementam as estruturas das bancadas.
Estes destinam-se a suportar as instalações de serviços assim como servir de suporte a prateleiras ou móveis a colocar sobre as bancadas – alçados.
A sua estrutura é constituída por prumos de aço com as mesmas características das estruturas das bancadas.

Dependendo do tipo de bancada existem vários tipos de espaldares: